Bem vindo...

...bem vindo a porta que te levará a viajar comigo; que te fará meu companheiro(a) em cada nova aventura... e história nas antigas; venha, vamos juntos conhecer o mundo... Andarilho.

Quem sou eu

Minha foto
Rolim de Moura, Rondônia, Brazil
...Motociclista aventureiro, apaixonado pela vida e pela liberdade... ...Antonio o Andarilho; é natural de Dourados –MS, tem 42 anos; autodidata em moto turismo; é otimista, prega e tem por objetivo: viver a vida intensamente com responsabilidade; preza pela direção defensiva e responsabilidade no trânsito, é disciplinado e adora desafios; membro das redes: Brazil Rider's, AME-BR e Irmandade Sem Fronteiras ; fundador e membro ativo do Moto Grupo Expedicionários da Amazônia; também membro da Iron Butt Association, Iron Butt # 45.581 do mundo; não é apegado a bens materiais; vive em Rolim de Moura –Rondônia -Brasil, com sua esposa e dois filhos menores; ex militar do Exército, atualmente comerciante; possui vasta experiência em viagens de curto, médio e longo alcance; e tem prazer em planejar, organizar e executar expedições, viagens e passeios; sempre muito bem acompanhado por sua fiel companheira "Sarita", sua Nx 350 Sahara 1999, a qual possui e viajam juntos a muitos anos; conhecedor da mecânica básica de motos; fala espanhol; e possui curso e estágio de 1ºs socorros e sobrevivência do Exército Brasileiro. Informações e contato; e-mail: andarilhoexpedicoes@gmail.com

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

Expedição Machu Picchu; 6º dia-07 de julho de 2008

Depois de quase 10 anos encontrei meu caderninho com nosso diário de bordo e então estou postando...
Acordamos às 07:00 h, e ainda deitados mesmo, conversamos sobre estar ali; nem parecia verdade. Então levantamos, tomamos um bom banho e fomos tomar o café da manhã, ali mesmo no pátio ao lado das motos. Em seguida compramos o pacote para irmos a Machu Picchu, na recepção do hotel mesmo, por 185 dólares; limpamos e organizamos nossas bagagens, e quando já era meio dia saímos para conhecer o centro, bem como resolver algumas pendências, tais como: sacar e trocar dinheiro, engraxar as botas, ir ao salão lavar o cabelo (que na época era comprido) cheio de poeira e fazer a barba, almoçar, comprar algumas lembrancinhas, e ir a uma lan house dar notícias à família. Feito tudo isso, e depois de várias fotos pelo centro histórico, visitas a museus e praça de armas; mais tarde voltamos para o hotel; onde ficamos sabendo que na terça e quarta-feira, haveria paralisações e bloqueios de estradas em todo o Peru, com protestos e tudo mais. Como iríamos a Machu Picchu no outro dia, terça-feira; fomos diretamente afetados com a paralisação; se quiséssemos ir, somente na quinta-feira. Como nosso objetivo principal era conhecer Machu Picchu, não tivemos alternativa, senão esperar.



 Cusco, cidade linda

 Roberto ligando para a família do pátio da hospedaje Casa Grande

 Plaza de Armas de Cusco







 Engraxando a bota




 Enquanto ele engraxava a gente conversava, e eu ia tentando aprender algumas palavras em espanhol

 Foi barba, cabelo e bigode kkkkkkkkk










 Cusco é cercada por montanhas de todos os lados






















Muitas construções centenárias e cheias de história 





 Linda essa cidade




 Cidade super turística, gente do mundo todo










 Almoçando

 Na lan house
















 Imponente porta da Catedral de Cusco










 Bandeira de Cusco




 Muro Inka










 Muro "inka pazes"; segundo alguns peruanos, os espanhóis.

 Sem comparação kkkkkkkk













 Casa Grande, Hospedaje

Criança voltando da escola